fbpx

Futuro do varejo é debatido no Zoom Pós NRF, promovido pela CDL POA

31

JANEIRO, 2018

Notícias

As transformações no varejo atingem a todos – dos menores negócios às grandes redes –, e já são uma necessidade para quem espera continuar competitivo. Estas foram as principais lições que lojistas e convidados levaram do Zoom Pós-NRF, realizado na manhã de terça-feira (30) no Teatro CIEE, na Capital. O evento promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL POA) reuniu especialistas no segmento, que reverberaram as novidades apresentadas na NRF Big Show 2018 (de 14 a 16 de janeiro, em Nova York).

Na avaliação do sócio-fundador da BTR Educação e Consultoria, Eduardo Terra, há uma mudança na dinâmica da chamada “internacionalização do varejo”. “Hoje quando acesso um site em Porto Alegre, os impostos são estimados e o produto é entregue na minha casa. O e-commerce quebra fronteiras e se torna uma ameaça, porque tenho concorrentes que eu não conheço”. Por outro lado, afirma, há um nicho muito pouco explorado no Brasil, o cross border (comércio transfronteiriço), segundo ele, que corresponde a 60% das vendas online no país.

O sucesso de uma loja passa por três pilares, segundo o sócio-diretor na AZOV Consultoria e Educação, Luiz Antonio Secco: aumentar a venda, otimizar os estoques e investir na marca. Para o especialista, o lojista precisa ter plena consciência da relevância de sua loja para ser bem sucedido: “A internet tem grande relevância, mas ele não pode esquecer o seu ponto de venda. Saber quantas pessoas passam na frente da sua loja, quantas param, quantas entram, quantas compram. Só assim, você poderá entender o perfil de seu consumidor e oferecer o melhor para ele”.

 

Convidada a integrar a comitiva da CDL POA que visitou este ano a feira internacional, Giane Guerra, colunista da Rádio Gaúcha, Zero Hora e site GaúchaZH, transmitiu a sua visão, como jornalista e consumidora, da 107ª edição da NRF. “A maior parte do meu público é também consumidor, então busquei observar em que a tecnologia pode nos ajudar na busca pelos produtos que procuramos. Ao longo da viagem, postei conteúdos que achei relevantes para os meus leitores e ouvintes, e me surpreendi com a variedade dos comentários. Isto mostra o tamanho do desafio que os lojistas enfrentam”.

Para finalizar, o sócio-fundador da Think Digital, Aureo Fittipaldi, falou das tecnologias que já estão à disposição dos empresários do ramo. “O desafio é resgatar a personalidade do atendimento via tecnologia. Para isso, é possível gerenciar os processos nas nuvens, customizando a sua forma de se relacionar com o cliente. Ao criar uma mídia personalizada, você pode entregar o que é relevante de forma inteligente e não invasiva”.

No encerramento, o vice-presidente de Marketing e Relações Internacionais da CDL POA, José Roberto Resende, comandou uma rodada final com os palestrantes, que deram soluções práticas, de baixo investimento e executáveis em curto prazo para o varejo.